No dia 24 de Outubro aconteceu a estréia do tão aguardado programa Drop The Mic que tem Hailey Baldwin e Method Man como os apresentadores dessa batalha de rap. Antes disso acontecer, a modelo concedeu uma entrevista para o site WWD e contou um pouco de como foi gravar o programa, como ela pegou dicas com James Corden e também falou sobre seguir carreira no mundo da atuação depois dessa experiência na televisão. Confira a entrevista completa e traduzida abaixo:

As modelos são conhecidas por se comportarem mal nos sets, mas Hailey Baldwin ri da lembrança de ser xingada quando começou a apresentar a série de batalhas de rap com celebridades “Drop the Mic”, que estréia na TBS esta noite.

“Houve uma coisa na qual eu realmente tive muitos problemas durante a filmagem”, ri a jovem de 20 anos, que compartilha o dever de apresentar o show criado por James Corden com a estrela do hip-hop Method Man. “Eu estaria de pé ali, o Method estaria falando, e [os produtores] estavam tipo, ‘Hailey – sorria!'” Ela ri.
Afinal, foi o seu olhar sedutor que a ajudou a captura-la em um passeio com um foguete da modelagem que a levou a desfiles de alta costura, capas de revistas, vídeos virais e campanhas para Ralph Lauren, Tommy Hilfiger, Karl Lagerfeld e Guess.

Mas ela mostrou que tem habilidades com improvisos  “Eu sou boa com letras – eu memorizo ​​tudo. Eu estarei em qualquer festa onde tenha um rap tocando cantando todas as palavras “, diz ela, acrescentando: “Normalmente, sou sarcástica e engraçada; Eu acho que qualquer um dos meus amigos provavelmente – espero – confirmariam isso”.

Enquanto ninguém ficaria surpreso se Baldwin estivesse procurando uma via rápida para atuar – especialmente porque ela é a filha de Stephen Baldwin, da família de atuação famosa e cintilada -, ela diz, é um salto suficiente em águas não testadas.

“Isso foi pisar fora da minha zona de conforto”, diz Baldwin. “Para ser muito sincera, fiquei muito nervosa quando começamos. Eu não queria decepcionar a equipe. Eu estava tipo, “James, estou fazendo isso certo?”

Além de aprender a sorrir quando não estava contando piadas ou lendo o Teleprompter, ela credita Corden e a equipe de produção por terem a ajudado a encontrar seu rítimo.

“James é apenas engraçado 99,9 por cento do tempo, mesmo quando ele está sendo sério, a maneira como ele fala, articula e anda”, diz ela. “Realmente não posso reclamar sobre ter James como chefe, eu tenho que dizer”.

Agora, ela não pode esperar para voltar a um palco. “Eu quero mais coisas que são nesse estilo. Eu adoraria talvez ajudar a apresentar um programa de prêmios – acho que isso poderia ser muito divertido.”

Mas ela não tem certeza de que ela quer ir para os filmes. “A intenção de ser modelo nunca foi o caminho para atuar, pelo menos para mim”, diz ela, acrescentando que ela pretende “continuar e ver onde vai levar” a carreira de modelo. “Ainda há momentos em que nem sei com certeza se quero atuar. Não sei se vou chegar lá. Foi uma progressão muito natural para mim. Não me sinto tipo, super sobrecarregada. Mas acho que sei quando estou pronta para certas coisas, e não sinto que estou pronta para atuar agora”

Tal como os seus trabalhos de modelo, o guarda-roupa do programa não é exatamente o que ela usaria todos os dias, embora ela pudesse escolher seus próprios looks. Impressionada com a recente onda de ofertas de alta costura em Paris, Giambattista Valli em particular, Baldwin diz que ela está no estilo de retrocesso.

“Eu estava assistindo ‘Pretty Woman’ no outro dia e eu estava olhando algumas das coisas que ela estava provando quando ela faz compras”, ela explica. “Eu olho para essas coisas, e eu usaria isso hoje. Ela fica incrível! Eu apenas estou pensando constantemente sobre o que eu quero fazer e mudar, ou tentar de maneira diferente.”

Tal como acontece com a atuação, ela não tem pressa de se precipitar na construção de sua própria marca de moda. “Eu não estou lá ainda – eu tenho apenas 20 anos”, diz ela. “Ao longo dos anos – e dos meses – há coisas que eu estou cumprindo que eu sempre quis fazer por um longo tempo. Há também coisas na carreira de modelo que eu quero realizar primeiro antes de seguir em frente, porque eu nunca quero olhar para trás e ficar tipo, ‘Eu sei que poderia ter feito isso!’ E eu saí rápido dali para entrar em outra coisa.”