Hailey e Justin Bieber se casam em cerimônia religiosa na Carolina do Sul
11.10.2019

Descrito por inúmeras revistas como o “casamento do ano”, celebridades, amigos e a família de Hailey e Justin Bieber se reuniram no estado da Carolina do Sul, mais especificamente no luxuoso hotel de 5 estrelas Montage Palmetto Buff, na região de Bluffton, para comemorar a união religiosa do casal no final de semana passado, que já estava casado no civil há pouco mais de um ano.

As comemorações começaram logo no dia 29, domingo, com o famoso jantar de ensaio, tradição nos Estados Unidos que consiste em apenas na reunião dos amigos e da família um dia antes da festa oficial para repassar tudo o que acontecerá no dia posterior. Nele, os noivos e os convidados embarcaram em um barco que os levaria até o local da festa, com Justin e Hailey sendo acompanhados apenas dos fotógrafos, que registraram todos os momentos. A festa, grande parte inspirada no romance ”Diário de uma Paixão” do autor Nicholas Sparks, contou com boliche e uma sessão deste filme, com todos deitados no chão com travesseiros para apreciar a obra aclamada.

No dia seguinte, as festividades começaram cedo – os convidados aproveitaram a grande piscina do hotel, caminharam e brincaram de atirar em pratos. Os primeiros a ficarem prontos logo se direcionaram para à grande capela Somerset, com capacidade para 185 pessoas, onde ocorreu a cerimônia religiosa, a troca de votos e a troca de alianças. O vestido, assinado pelo renomado Virgil Abloh, diretor de moda das marcas Off-White e Louis Vuitton, era todo de renda e costas nuas, além de conter um longo véu com um detalhe bem especial: a frase ”Até que a morte nos separe”, costurada no final – a estilista da Hailey, Maeve Reilly, brincou com os paparazzis, fazendo a modelo andar por debaixo de uma tenda para não ter seu vestido divulgado.  Já o noivo usou um terno desenhado por Hedi Slimane, da grife parisiense Celine. Alguns sites divulgaram outros detalhes da cerimônia, falando como ambos estavam felizes, embora nervosos, e terem se embaralhado nos votos algumas vezes.

Horas mais tarde, os convidados começaram a encher o salão de festas, todo decorado das cores roxa, branca e ouro. Entre os grandes nomes na lista de mais de 150 pessoas, estavam a família Jenner (Kendall, Kris, Kylie e Stormi), Usher, a família Grutman, Lentz, Braun, Jason Kennedy, grande parte da família Baldwin e Bieber, e grandes amigos de Hailey – Justine Skye, Fai Khadra, Riley Montana, Camila Morrone e Joan Smalls, além dos cantores da cerimônia: a dupla Dan e Shay e o cantor Daniel Ceaser, muito admirado pelo casal.

Muitas fotos foram compartilhadas nas redes sociais pela madrugada, especialmente pelo fato da cerimônia contar com o famoso photobooth, e terem contratado uma reconhecida empresa para a tirada dos portraits, que fizeram enorme sucesso na festa. Inclusive, havia lá uma garrafa do champanhe Moet & Chandon Imperial Brut completamente encrustada de diamantes Swarovski passando na mão dos convidados. Justin e Hailey, nas redes sociais, divulgaram diversas fotos da cerimônia com lindas legendas, expressando o amor um pro outro. O casamento foi muito popular nas redes sociais e no mundo de Hollywood, com diversos paparazzis saindo de suas casas e indo até a Carolina do Sul, reunião de diversas celebridades e o assunto ter ficado nos Trends do Twitter de vários países por dias.

CANDIDS > 2019 > 29.09 – WEDDING REHERSAL DINNER AT MONTAGE PALMETTO BLUFF IN SOUTH CAROLINA
OTHERS > HAILEY & JUSTIN’S WEDDING AT SOUTH CAROLINA > WEDDING REHERSAL > PAPARAZZI (GUESTS)
OTHERS > HAILEY & JUSTIN’S WEDDING AT SOUTH CAROLINA > CHURCH WEDDING > JUSTIN & HAILEY
OTHERS > HAILEY & JUSTIN’S WEDDING AT SOUTH CAROLINA > CHURCH WEDDING > PAPARAZZI (GUESTS)
OTHERS > HAILEY & JUSTIN’S WEDDING AT SOUTH CAROLINA > WEDDING RECEPTION > GUEST’S PORTRAITS
OTHERS > HAILEY & JUSTIN’S WEDDING AT SOUTH CAROLINA > WEDDING RECEPTION > JUSTIN & HAILEY PORTRAITS
OTHERS > HAILEY & JUSTIN’S WEDDING AT SOUTH CAROLINA > WEDDING RECEPTION > GUESTS PHOTOBOOTH
OTHERS > HAILEY & JUSTIN’S WEDDING AT SOUTH CAROLINA > WEDDING RECEPTION > JUSTIN & HAILEY PHOTOBOOTH
OTHERS > HAILEY & JUSTIN’S WEDDING AT SOUTH CAROLINA > WEDDING RECEPTION > TMZ


 

Hailey Bieber participa do clipe da dupla country Dan + Shay em parceria com Justin Bieber “10,000 Hours”
05.10.2019
Outubro chegou com tudo! Nesta Sexta-Feira (04/10) foi lançado o vídeo clipe de “10,000 Hours”, da dupla country Dan + Shay em parceria com Justin Bieber com participação de Hailey Bieber. Com a letra: “Eu passaria dez mil horas e outras dez mil mais, se isso for preciso para conhecer esse seu coração doce. Eu posso nunca chegar lá, mas eu vou tentar. Sejam dez mil horas ou o resto de minha vida, eu vou te amar”, o cantor Justin Bieber já tinha descrito em seu Instagram, como: “Musica de casamento”, dado que, segundo fontes o trio cantou a música na festa de casamento de Hailey e Justin na Segunda-Feira (30/09).

O clipe conta com cada cantor fazendo uma serenata para suas respetivas esposas. Hailey e Justin são filmados trocando caricias e se beijando em uma cama. O vídeo ainda conta com cenas exclusivas bem fofas de momentos íntimos do casal em seu dia-a-dia.
Confira:
Hailey Bieber em editorial para Vogue US
18.09.2019
Época de outono-inverno no hemisfério norte e então começam a ser liberados editoriais das tendências que também já passaram pelas passarelas do Fashion Week. Por vez, vemos Hailey Bieber no conforto das áreas da vila de Jackson, no estado de Wyoming nos Estados Unidos, onde é possível até uma ecoterapia na floresta do local. Tudo isso com o armário otimizado para o atual clima.
A Bieber foi preparada pelo cabeleireiro Ward Stegerhoek; a maquiadora Gucci Westman e com os looks organizados pela editora fashion Tabitha Simmons. Confira as fotos de Hailey Bieber tiradas por Daniel Jackson para a edição de Outubro/2019 da Vogue US também em nossa galeria:
vogue-october-2019-hailey-01.jpgvogue-october-2019-hailey-02~0.jpg

 

Hailey Bieber em Editorial para Vogue Britânica – Outubro 2019
17.09.2019

Paro o editorial de Outubro da Vogue Britânica, Hailey Bieber volta para suas origens no norte-americano de Nova York em Hundson Highlands, nas montanhas e parque perto de sua casa na infância, para posar na natureza usando roupas de outono / inverno 2019.

A modelo teve seu cabelo personalizado por Panos Papandrianos, que utilizou uma franjinha fofíssima  dos anos 70 na loira. Fotografada por Matt Easton, Make- up por Frank B e estilo por Dena Giannini.

120324743_008.jpg120324742_007.jpg

Hailey Bieber é a capa da edição de Outubro da Vogue Austrália
14.09.2019
Em sua entrevista mais honesta de todas, Hailey Bieber enfrenta os críticos sobre seu casamento de alto padrão, sua carreira de modelo e os haters nas redes sociais. Aqui, leia  completa a matéria da capa e veja todas as fotos da edição de Outubro 2019 da Vogue Austrália.
fd9c524c2abdb7bb2d02210191282136.jpgcf6c33acfbc00eefe25ae969a1750983.jpg
Derek Blasberg: Conte para mim sobre um dia comum na vida de Hailey Rhode Baldwin Bieber. Vocês estão morando no Canadá agora, certo?
Hailey Bieber: Nós temos uma casa lá. Em Los Angeles, é sempre um caos, e toda vez que tentamos ir a algum lugar não é fácil. No Canadá, temos um lugar realmente privado, uma grande propriedade e o Justin é de lá, então eu sinto que ele se sente mais confortável. Temos um monte de quadriciclos, é calmo e saímos. Passamos o Dia de Ação de Graças e o Natal lá ano passado, porque o inverno é especialmente bonito. Eu cozinho muito.
DB: Qual é o seu regime fitness? Você tem um físico muito bom para uma mulher que cozinha o dia todo.
HB: [risos] Eu realmente gosto de fazer Hot Pilates. Há um ótimo lugar em LA que foi iniciado por uma garota chamada Shannon Nadj. São 45 a 50 minutos de transpiração direta e saio parecendo um tomate encharcado. Eu era dançarina, então a razão de eu gostar de Pilates é porque é uma força corporal muito semelhante.
DB: Que tipo de dançarina você é?
HB: Eu fiz ballet por 12 anos.
DB: Ooh la la! Por isso você tem uma boa postura. Como foi sua transição de ser uma dançarina à uma modelo?
HB: Quando eu tinha em torno dos 17 anos de idade, eu estava em Miami fazendo o programa de verão Miami City Ballet e eu tive que decidir se eu ficaria lá e treinaria pelo resto do ensino médio ou se voltaria para Nova York e tentaria algo como modelo. Como dançarina eu me machuquei muito e não sabia se seria boa o suficiente para entrar em uma companhia quando terminasse. Eu finalmente disse para mim mesma: ‘Sabe?! Não sinto que você seja uma prodígio nisso. Sim, adorei e fiz bem, mas sabia que eu não seria uma dançarina profissional. Não fiquei arrasada, porque fui realista com isso.
DB: Você é uma garota do tipo tudo-ou-nada?
HB: Totalmente. Com a dança, você precisa ter muita habilidade natural, na qual eu tinha, mas tinha um pouco de pé chato também. Tem algumas garotas que possuem os pés com arcos perfeitos e elas conseguem transformar isso em uma carreira facilmente.
DB: Então, dança era um hobby e modelar se tornou uma carreira.
HB: Sim, e funcionou, eu acho?
DB: Você está na capa da Vogue Austrália!
HB: Meu sucesso na indústria de modelagem têm sido devagar e eu aprendi a ficar bem com isso. Eu sou mais baixa do que a maioria das garotas. Mesmo que eu tenha 1,72, eu não sou uma garota de passarela e eu costumava me sentir inferior a algumas de minhas amigas. Olhe para a Kendall [Jenner] e a Bells [Bella Hadid] e a Gigi [Hadid] … elas são todas altas e estão fazendo todos os desfiles. Por um tempo, havia uma parte de mim que não sabia se eu poderia ter a carreira que eu queria se eu não conseguisse fazer passarelas. Eu não acho mais isso. Tive muitas pessoas, tipo diretores de casting, me dizendo ‘Nós não achamos que ela é uma modelo de verdade.
DB: Isso deve ter sido perturbador. Como você lidou com isso?
HB: Foi decepcionante até eu descobrir meu próprio caminho. Eu não pareço pequena em fotos. Você pode fazer isso funcionar e não precisar fazer passarelas, e eu fiz um bom trabalho com isso. Estou orgulhosa de mim mesma por construir uma carreira mais comercial que funcionou para mim e estar confiante sobre isso. Eu apresentei um programa, fiz campanhas Americanas importantes, e um monte de outras coisas que realmente gostei. Algumas vezes sinto que ainda estou encontrando meu caminho, mas agora sei que estou indo na direção certa.
DB: Quais são alguns dos seus trabalhos favoritos?
HB: A primeira vez que fiz Guess e tinha um outdoor em Nova York. Para mim, aquilo era uma grande coisa. Meu nome estava lá e eu apenas me senti como: ‘Uau, isso é tão legal!’ Gigi fez isso também e eu acho que encaixou na direção que eu estava tentando seguir. Eu gostei de fazer Tommy Hilfiger, também.
DB: Todas as clássicas marcas Americanas.
HB: Essa é minha praia! Eu fotografei várias jeans quando era menor e sou muito grata por isso também.
DB: “Entendo. Eu tenho amigas que são mais garotas de editorias e elas matariam por um outdoor da Guess ou um contrato com a Tommy.”
HB: Eu amo ambos. Amo fazer editoriais, porque eu amo roupas. Tipo, eu realmente, amo mesmo roupas.
DB: “Me fale sobre seu estilo pessoal.
HB: Um dia eu quero criar minhas próprias roupas. Eu descobri que comprar não serve muito mais para mim, porque eu sei exatamente o que quero e procuro pelas roupas que serão o mais próximo das que eu gosto. Claro, existem algumas marcas que eu curto: Balenciaga é provavelmente minha preferida. Eu uso bastante, porque eu gosto do combo de estar usando roupas grandes mas ainda assim femininas. Eu amei todos os casacos nesta edição.
DB: A última vez que te vi, você estava usando um terno grande da Jacquemus. Eu acho engraçado ver todas essas garotas magras em seus trajes enormes.
HB: Eu gosto! É fácil ser uma garota pequena e usar roupas pequenas. É esperado que uma garota com um corpo em forma queira usar roupas apertadas o tempo todo, mas, para mim, é mais legal uma garota jovem fazer a vibe de moleca-mas-chique.
DB: Se eu tivesse um corpo como o seu eu usaria elastano o dia todo, todos os dias.
HB: Acho que sempre há a oportunidade de usar um vestidinho, sabe? Eu ainda uso minha parte justa de tops, mas me sinto mais confortável com minhas roupas folgadas.
DB: Eu li em algum lugar que você tentou registrar seu nome como uma marca de beleza, mas não estava disponível. Como é essa história?
HB: Todos pensaram que o nome ja tinha sido usado, mas na realidade meu marido é o dono. Eu não poderia registrar, porque Justin é dono de toda marca registrada com seu último nome. Honestamente, isso foi mais sobre ser proativo. Eu não tenho certeza de como eu quero mergulhar nesse espaço e isso tem sido uma conversa entre eu e meu marido. Ele acha que esse é um espaço que eu deveria explorar e eu realmente acho que é um espaço que ele poderia explorar os homens.
DB: O que você faria? Beleza?
HB: Eu provavelmente começaria com cuidados com a pele e corpo. Eu sou uma pessoa que gosta de cuidar da pele e eu amo estar no sol e eu amo loções corporais e produtos para o cabelo. Eu provavelmente iria nesse caminho primeiro antes de ir e fazer maquiagem. Kylie fez um trabalho ótimo com o que ela está fazendo com a marca dela, Rihanna fez um ótimo trabalho com o que ela está fazendo na marca dela. Então você tem Pat McGrath Labs e Charlotte Tillbury — é um espaço muito saturado.
DB: Você soa muito educada sobre a indústria.
HB: Bem, Eu tenho definitivamente feito uma busca silenciosa. Eu não falei com ninguém sobre isso ainda: eu não quero entrar num espaço se eu não for trazer algo diferente para a mesa. Eu quero tomar meu tempo. Isso deveria vir organicamente e eu apenas quero fazer coisas que eu amaria. Kylie tem sido tão bem sucedida porque ela fez produtos que ela realmente, realmente, realmente ama, e as pessoas amam o gosto dela.
DB: “Ela também tem zilhões de seguidores, o que ajuda também.
HB: Claro, e porque não utilizar isso?
DN: Em uma entrevista anterior você disse que casamento era difícil. Ainda é?
HB: Eu disse isso quando tivemos o primeiro casamento. Olhe, casamento sempre será difícil e eu acho que bons relacionamentos são relacionamentos que  você trabalha. Especificamente, eu disse isso quando tinham muitas coisas novas. Eu nunca morei com alguém antes. Eu nunca tive que coabitar com alguém nesse sentido, então eu estava aprendendo como dividir um espaço com alguém pela primeira vez. Nós estávamos tentando dobrar na direção um do outro e aprender o que era confortável.
DB: E, claro, vocês estavam fazendo isso na frente de zilhões de pessoas.
HB: Zilhões de pessoas nas quais tinham zilhões de opiniões. Agora é mais fácil porque nós achamos um ritmo. Nos divertimos mais juntos, o que é o que deveria acontecer quando você passa tempo com alguém que você ama.
DB: Se você pudesse dar uma lição que você aprendeu sobre estar em um relacionamento, qual seria?
HB: Compromisso. Se você não quer se comprometer você não pode estar em um relacionamento.
DB: A fé contribuiu para o bem-estar? Eu vejo muitas fotos de vocês entrando e saindo da igreja.
HB: Eu cresci na igreja cristã, a mesma que meu marido, e eu tenho sido vocal sobre minhas crenças. É algo que faz parte do nosso relacionamento e o deixa fácil também. Quando ambos acreditam na mesma coisa, isso facilita o conflito. É importante para as pessoas ter algo para acreditar. Não precisa ser cristianismo a propósito. A igreja que eu vou é a qual eu acredito que seja a verdade, mas isso não significa que vai ser a verdade pra você ou para outra pessoa. Espiritualidade e ter algo para se concentrar é importante. Eu vivo minha vida acreditando que quando eu morrer, eu vou para o céu. Se eu morrer e não tiver nada no fim, pelo menos eu vou ter vivido minha vida acreditando em algo.
DB: Última pergunta: você já assistiu o vídeo da primeira vez que você e o Justin se conheceram?
HB: Sim, claro, eu tinha 12.
DB: Você pode dizer que era uma Belieber então?
HB: Como qualquer garota nova, eu achava ele fofo e gostava de sua música e…
DB: Um, eu achava ele fofo e eh gostava da música dele e eu não era uma garota de 12 anos.
HB: Exatamente.
DB: Quero dizer, quem não era uma Belieber?
HB: Quem ainda não é uma Belieber? Eu sou a maior delas a esse ponto.