Hailey Bieber além de ser fotografada por Inez e Vinoodh, para uma iniciativa que visa trazer celebridades para sensibilizar sobre o segundo turno de eleições na Georgia, também participou de uma importante conversa sobre a eleição com a entrevistadora e editora Dania Curvy, da V Magazine.

 A modelo enfatizou a autoeducação e como é importante fazer as perguntas certas, para responsabilizar assim, os políticos que estão no poder. Confira a seguir entrevista traduzida na íntegra:

“Eu me sinto aliviada e grata por ver Joe e a Kamala eleitos, eu estou mais esperançosa do que nunca na progressão desse país. Parece um pequeno sinal de alívio, e nos temos uma pessoa eleita para nós ajudar a avançar. E é isso que eu estou esperando com as eleições na Georgia porque ele foi um país Republicano por tanto tempo e agora que se tornou Democrático…. é um momento histórico.

É importante para as pessoas se educarem e fazerem suas pesquisas porque o fato é que isso vai além do que apenas uma eleição presencial. Muitas pessoas entram em discussões dizendo “é a coisa certa a se fazer.” Eu acho importante saber o porquê esse é o certo, entender quais políticas e leis estão tentando ser mudadas, e quem são as pessoas que estão concorrendo nessas eleições.

Eu estava em uma posição onde não sabia de muita coisa, mas queria aprender.

Então eu fiz as perguntas, e acho que isso é tudo que você pode fazer se existe algo que você não entende. Se pergunte: Quais informações eu preciso saber e quais conversas eu preciso ter para saber pelo que estou lutando?.

“Eu lembro de ter uma conversa com a Angela Rye– (CEO da IMPACT Strategies) – que é incrível. Ela abriu os meus olhos e me ajudou a aprender o porquê a questão vai além da presidência – vai de estado a estado, cidade a cidade. Até mesmo nossas polícias locais, os nossos administradores da educação, nossos delegados distritais são as pessoas que estão tomando todas essas decisões dos lugares onde nós vivemos. Sabendo porque isso é importante e sabendo porque nós escolhemos em quem vamos votar para assumir essas posições é crucial. Se pergunte o porquê de você estar tomando essas decisões.

Uma coisa que é muito importante para mim são as mudanças climáticas, porque por quatro anos nos tivemos um presidente que negava essas mudanças várias e várias vezes. Na eleição na Georgia Runoff, deve ser analisado o conhecimento das pessoas que estão sendo eleitas mesmo localmente dessa crise enorme. Como nós estamos sendo conscientizados sobre isso? Como nossa emissão de carbono está? Quais são as formas que podemos fazer mudanças e fazer a diferença? Essas pessoas precisam ser responsabilizadas.

Existem tantas pessoas com opiniões diferentes das suas famílias ou amigos… Eu sou um exemplo. Meus pais e eu estamos em lados completamente opostos quando se trata de política, e está tudo bem! Você não precisa concordar com tudo, você tem suas próprias visões. Eu passei por esse processo delicado.

Uma coisa que eu amei nesta próxima geração que estava apta para votar desta vez, foi que eles foram muito progressistas e abertos para aprender e expandir sua fé. Eles estavam muito entusiasmados com as eleições anteriores. E isso foi muito inspirador para mim, porque foi isso que me deixou realmente esperançosa. Se continuarmos a ter um diálogo aberto, as pessoas continuarão a lutar e a pressionar pelo que sentimos que precisamos como povo, para um país e para o nosso planeta.”

fonte: V Magazine