O podcast ‘Going for Goal’ com Hailey Bieber para Women’s Health britânica, já está disponível nas plataformas digitais, e nós trouxemos para vocês a tradução completa. Vocês poderão acompanhar a seguir o que a Hailey respondeu sobre metas para o ano, exercícios, treinos e mais…

Como você está se sentindo com a virada de ano de 2020 para 2021?
“Eu me sinto esperançosa, mesmo que esse ano [2020] trouxe muita tristeza e negatividade, eu também acho que trouxe novas perspectivas e entendimentos. Eu espero que as pessoas consigam enxergar isso e saiam desse ano esperançosos com a luz no fim do túnel, eu acho que foi um ano de grande aprendizagem para todos. Para mim, em especial, eu senti que passei por esse com muito crescimento que antes e mais entendimento para as coisas que aconteceram no mundo e eu espero continuar assim.”

O ano de 2020 trouxe mais compaixão para as pessoas, mesmo que tenha sido um ano difícil.
“Eu concordo com isso, eu só esperava que esse fosse o caso para as redes sociais, porque eu realmente não acho que esse seja o caso das redes socais. Eu acho que as pessoas online ainda estão muito violentas, tóxicas e com muito ódio, e eu esperava que esse não fosse o caso, esperava que as pessoas que perpetuam esse comportamento chegassem a essas conclusões de ter mais compaixão, ser mais gentil e tentando entender mais as pessoas que eles não conhecem, ao invés de julgar imediatamente, eu esperava que esse fosse o caso nas redes sociais, mas não é. Eu espero que um ano possa ser!”

Você dá alguns passos particulares para proteger sua saúde mental?
“Absolutamente, eu falo muito sobre isso, eu sou uma pessoas que pensa demais e posso ser muito dura comigo mesma e com minhas próprias palavras e às vezes sou minha pior inimiga de certa forma. A maneira como já lidei com a atenção negativa, as mentiras e apenas a mídia em geral, falei muito sobre isso com um terapeuta, eu faço terapia constantemente e acho que ser capaz de processar essas coisas e processar esses sentimentos ajudou muito. Também sou casada com alguém que está lidando com isso há muito mais tempo do que eu, no nível mais alto que poderia ser, então eu acho que poder compartilhar isso com alguém que entende e até melhor que eu [entendo], tem sido muito útil também, me faz sentir que eu não estou louca. Então é assim que eu tenho lidado com isso, só dando pausas do Instagram e das redes sociais, eu deleto o Instagram do meu celular, deveria fazer com mais frequência do que eu já faço, mas eu deleto do meu celular. Eu tenho uma pessoa que me ajuda a mexer no meu Instagram e nas minhas redes sociais, então as vezes eu mando fotos para eles e digo ‘Ei, você pode postar isso pra mim?’ meu marido faz a mesma coisa de modo que não somos nós que temos que ser pegos em qualquer buraco negro nos comentários do Instagram. Eu não leio comentários, eu os desativei na minha página pessoal para que apenas as pessoas que eu sigo pudessem comentar, isso mudou muita coisa pra mim, porque eu sei que as pessoas que eu sigo serão apenas positivas nos comentários e ninguém que eu sigo será odioso, isso foi algo grande. Eu acho que a maior coisa para mim nas redes sociais foi a batalha de tentar… Eu acho que por um tempo as pessoas faziam com que eu sentisse eu que deveria me explicar, quando a realidade é que eu não os devo nada, eu não devo a estranhos absolutamente nada. Levou um tempo para que eu entendesse, levou um tempo para chegar a isso, porque eu sou um tipo de pessoa profissional e eu não quero que as pessoas me odeiem e fiquem bravas comigo. Eu quero ser tipo ‘oi, eu não sou essa pessoa que você acha que eu sou’, então eu percebi que existem pessoas na internet que não importa o que você diga ou o que você faça eles só querem te odiar, porque eles não estão felizes com eles mesmos, eles não se amam, então eles não vão amar mais ninguém, é mais fácil para eles odiarem e julgarem alguém que eles não conhecem, porque os fazem se sentir melhor com eles mesmos e essa é uma triste realidade. E quanto mais eu fui percebendo isso com um terapeuta, e percebendo que aquilo muitas vezes não tem nada a ver comigo e não tem nada a ver com o meu caráter, eu senti muito mais liberdade porque eu deixei de lado aquele conceito e me toquei da realidade.”

Você mencionou que faz terapia, você tem algum ritual para parar de pensar muito e fazer as coisas serem mais simples, tipo ioga ou meditação?
“Sim, eu acho que para a meditação muitas vezes significa orar, minhas crenças e minha fé são uma grande parte da minha vida. E eu acho que ser capaz de tirar todos os fardos que sinto, liberar isso, orar sobre isso, ter minhas próprias conversas com Deus e ser capaz de me soltar dessa maneira é extremamente importante para mim e útil. Entre outras coisas, também gosto de fazer exercício, para mim isso é outra coisa que mantém a minha mente e o meu corpo muito saudáveis. Passar tempo com as pessoas que conheço, que se preocupam comigo e em quem posso confiar, poder confiar nas pessoas ao seu redor… Sou uma pessoa que dá a todos o benefício da dúvida até que provem que estou errada, então ser capaz de confiar nas pessoas e ter pessoas que realmente me apoiam e me protegem é importante para mim.”

Então você mencionou sua rotina de exercício, qual é o típico exercício para você?
“Eu gosto muito de pilates, também gosto de box para o cardio e eu as vezes treino na academia e depois faço pilates. Eu era uma bailarina, então eu acho que pilates para mim é algo que deixa meu corpo na melhor forma, porque é algo de muito alongamento e alguns movimentos do pilates são similares aos da dança, então eu acho que é por isso que eu me identifico muito com isso [pilates] e gosto bastante.

Você é uma modelo, então você deve ter que prestar atenção nos cuidados com a sua pele. Você tem algum produto para indicar?
“Eu estou gostando muito, muito, muito da nova coleção “Ageless” da bareMinerals, eu realmente gosto do creme de rosto e pescoço, tipo um creme para noite. Eu não sou uma pessoa que gosta muito de retinol, eu acho que irrita muito a pele e eu ainda sou muito nova, então não acho que seja uma grande necessidade nessa idade, porém eu gosto do retinol vegano, que é algo alternativo e muito mais gentil. Eu acho que a niacinamida como ingrediente é realmente importante, um dos melhores ingredientes para a pele que você pode usar, e também coisas que são muito hidratantes como o ácido hialurônico. Eu acredito muito em manter a pele nutrida e hidratada. Eu acho que às vezes as pessoas pensam ‘eu tenho espinhas ou acne e isso significa secar a pele, quando na verdade você deveria hidratá-la e tratá-la ao mesmo tempo. Então, eu só gosto de prestar atenção quando minha pele está passando por diferentes fases, quando o tempo está um pouco mais frio, eu mudo algumas coisas na minha rotina, quando é verão e estou suando mais, mudo a rotina. Mas sou bastante consistente com minhas rotinas diurnas e noturnas, que para mim é como uma limpeza dupla com um limpador de óleo, seguido de uma lavagem suave ou um esfoliante suave, um ou dois serums, dependendo se eu quero colocar mais camadas passo um hidratante e então eu uso protetor solar todos os dias.”

Incrível, eu queria ter escutado isso antes!
“É por isso que eu falo tanto disso, as pessoas sempre me perguntam ‘você gostaria de ter feito algo a mais quando era mais jovem?’ e digo se eu tivesse entendido até mesmo antes dos 24 anos que o protetor solar é tão importante, provavelmente teria feito isso antes. Mas acho que vou ficar muito feliz quando ficar mais velho por ter começado a fazer isso nos meus 20 anos.”

Você sabe que você deveria ter passar nas suas mãos também…
“Eu sei! Eu sei que eu preciso, você está certa!”
A minha mão fica completamente pálida. Então sim, você precisa fazer isso, Hailey, passar protetor solar nas suas mãos.
“Eu te prometo que vou começar!”

Tem algo a mais que você faz para cuidar da sua pele, do seu corpo, tipo beber muita água, algum tipo de nutrição?
“Eu definitivamente acho que beber muita água… As vezes eu me esqueço totalmente de beber bastante água, não acho água uma bebida muito interessante, sinceramente. Às vezes eu preciso de fazer água saborizada, porque é difícil para mim beber toneladas de água às vezes, embora eu saiba que é tão importante e saudável é. Além disso, as pessoas sempre me perguntam que tipo de dieta eu faço. Eu tentei diferentes maneiras de comer, eu tentei dieta cetogênica, tentei veganismo, e eu acho que é só prestar atenção ao que funciona especificamente para o seu corpo. Eu também fiz este extenso painel de alergia em um ponto para entender com quais alimentos meu corpo não concorda e não decompõe. Um alimento pode afetar seu corpo de tantas maneiras diferentes, então acho que o que mais faço agora é saber o que meu corpo não tolera, baseado no que sou alérgica, e simplesmente fico longe desses alimentos.”

Você acha que tem uma perspectiva diferente do que é importante desde que o seu marido foi diagnosticado com doença de Lyme?
“Direi isso por mim e até pelo Justin, nós dois somos pessoas muito conscientes de como nossos corpos se sentem. Cresci em uma casa onde minha mãe era muito consciente de seu corpo e de suas necessidades de saúde e era muito holística. Eu acho que ser capaz de ouvir seu corpo é importante, saber se algo não parece certo, ou se você come algo e seu corpo se sente estranho. E também encontrar também as pessoas certas para obter conselhos de saúde, o médico certo, o nutricionista certo. Sei que nem todo mundo tem acesso a pessoas assim, mas há informações realmente boas que você pode encontrar lendo diferentes livros, sobre diferentes maneiras de se alimentar. Eu acho que saber o seu tipo sanguíneo é importante, para saber quais alimentos concordam com o seu tipo de sangue, saber se você é alérgico a glúten, saber se você é intolerante a algo ou não, eu acho que essas coisas as pessoas não percebem o quão importante são, há certos alimentos que seu corpo simplesmente rejeita porque não consegue decompor. Acho que com a doença de Lyme e essa situação, isso, definitivamente, te torna mais consciente de sua saúde e faz você prestar mais atenção em como se sente e nos diferentes sintomas, eu acho que dietas são muito importantes quando você tem Lyme e outras coisas. A doença Lyme é uma coisa muito interessante, porque muitas pessoas não acreditam que seja real e acham que é algum tipo de bobagem que não é real, quando definitivamente há muitas provas. Já tive isso antes, já lidei com isso, meu marido tem e lida com isso muito profundamente. Então eu acho que se trata de encontrar os médicos certos, que acreditam em checar a fundo os problemas de saúde que você possa ter, que possam lhe dar sugestões de tratamentos mais naturais e diferentes alimentos, exercícios. Na minha opinião, tudo anda de mãos dadas.”

Eu acho que é incrível pessoas como você e o Justin falarem sobre isso, porque amplifica o conhecimento das pessoas e elas sabem sobre a doença de Lyme agora, pois pessoas como você estão falando abertamente sobre as batalhas que enfrentam. Por outro lado, um lado bom, seu maravilhoso vestido de casamento foi feito de um jeito ecologicamente correto, você também é embaixadora da ‘clean beauty’ da bareMinerals, uma vida consciente é algo importante para você?
“Eu acho que estar ciente sobre um estilo de vida consciente, e ser capaz de ser consciente é importante. Acho que estar atento ao nosso meio ambiente é extremamente importante. É óbvio que nosso planeta está claramente angustiado, por isso, adoro poder tomar decisões conscientes, desde roupas, beleza, comida e todas essas coisas. Eu estou aberta para aprender mais maneiras de fazer isso e adoraria continuar melhorando as maneiras de ser mais ecologicamente correta e consciente para o resto da minha vida.”

Sim, é um progresso para todos nós. Posso te perguntar quando você está no seu auge da felicidade?
“Então, são diferentes momentos e tempos para mim, às vezes me sinto mais feliz quando estou literalmente sentada no quintal e sentindo o sol no rosto, ou pela manhã quando estou apenas tomando uma boa xícara de café, ou quando estou com meu marido, ou quando dou boas risadas com os amigos. Eu sinto que há tantos momentos diferentes em que me sinto genuinamente contente e feliz, eu não acho que seja um momento específico em que eu digo ‘esse é o auge da felicidade’, porque eu tive momentos em que eu estava ‘esse é o auge’ e então outra coisa acontecia e eu ficava ‘certo, esse momento também parece o auge’. Então eu só tento achar a beleza onde eu posso e em diferentes momentos o máximo que eu posso.”

Qual a sua dica número um para ser confiante?
“Eu acho algumas coisas diferentes para ser honesta e isso diferente para todos. Minha confiança passou por diferentes fases e temporadas em diferentes épocas da vida. Houve momentos em que me senti muito mais confiante do que outros e… Acho que não há problema em ser honesto e dizer ‘ei, agora estou passando por uma fase e uma temporada da vida em que me sinto um pouco mais inseguro e não muito confiante, porque não me sinto eu mesmo’, ou há momentos em que ‘eu me sinto mais confiante agora, segura e muito feliz’ e, então, uma semana depois, pode ser uma história diferente e me sinto mal porque algo está acontecendo na minha vida pessoal, com a minha família, recebi más notícias ou simplesmente me sinto inseguro porque isso é um sentimento muito normal do ser humano, eu acho que está tudo bem em ser honesto e sentir esses sentimentos. Eu penso que ser capaz de discutir as coisas que me fazem menos confiante e insegura em um espaço seguro, como com um terapeuta, me ajudou muito a manter mais confiança, porque você tem essa pessoa em sua vida que está lá para ajudar a validar seus pensamentos e sentimentos, eu acho muito importante. E então boas pessoas em sua vida, bons amigos. Para mim, é meu marido, a pessoa com quem sou casado é a pessoa em quem mais confio, mais do que qualquer pessoa neste planeta, então ter um bom sistema de apoio e ter pessoas que te fazem sentir seguro para expressar como se sente e fazer você se sentir amado. Eu sempre fui o tipo de pessoa que sempre tentei fazer a coisa de garota durona onde eu posso sentir um tipo de jeito, mas não vou falar sobre isso porque não é grande coisa ou vou superar isso eu mesma. E estou em uma fase da vida em que realmente aprendi a ser mais aberta sobre como me sinto e a expressar as coisas que me deixam triste, chateada ou frustrada, e acho que isso é muito útil.”

E finalmente, esse podcast é chamado “Going to Goal” [indo atrás do objetivo], então há algum objetivo que você esteja procurando para 2021?
“Definitivamente tenho alguns objetivos de negócio com os quais estou muito entusiasmado, há algumas coisas que realmente quero começar e outras coisas pelas quais tenho trabalhado muito no último ano. Um grande objetivo para mim também é continuar a evoluir como pessoa e continuar aprendendo e continuar sendo humilde e ser capaz de dizer ‘ei, ainda estou aprendendo quando se trata disso ou de outra coisa’. Então eu stou aberta a conselhos, estou aberta a errar, estou aberta a colocar qualquer ego de lado e só quero ser capaz de continuar a crescer, geralmente esse é sempre meu objetivo. Quando as pessoas ficam tipo ‘oh qual é o seu objetivo para o ano novo?’ e eu fico tipo ‘ah eu só querendo continuar crescendo!'”

Ouça no Spotify!