Fomos surpreendidos pela Hailey Bieber com um canal no Youtube, o Hailey Rhode Bieber , que por vez irá nos proporcionar desde risadas, até conhecimento e muito mais. Os vídeos estão planejados a princípio para serem postados quinzenalmente, sendo uma quarta-feira sim e outra não, com temas diferentes sendo abordados. Mal podemos esperar o que há por vir!

A seguir acompanhem LEGENDADO o vídeo de apresentação do canal da Hailey:

“HAILEY RHODE BIEBER | Welcome To My Channel!”

* Nós do Portal Baldwin Brasil, enfrentamos problemas quanto a postagem de vídeos legendados em nossa conta do Youtube, mas estaremos postando sempre que possível de forma legendado e hospedada dentro de um drive. O limite é de 100 acessos por vez, então se acaso o limite de acessos estiver cheio, tente novamente mais tarde.
Fonte: Youtube.com/Hailey Rhode Bieber

Finalmente aconteceu, Hailey Bieber é a capa de Abril da Vogue BR e claro que não faltaria a entrevista da modelo falando um pouco sobre o Brasil, filhos, entre outras coisas. CONFIRA:

Não seria exagero meu dizer que Hailey Rhode Baldwin Bieber domina a minha pastinha oculta de referências do Instagram. Dou alguns scrolls e faço uma breve análise para tentar entender o motivo de guardar tantos cliques dela ao longo dos últimos anos. Vejo: cabelo “bron- de” com corte mídi – que um dia quero ter coragem de aderir; rotina de skincare em poucos passos; looks viáveis; viagens incríveis; doce romance. Chego à conclusão que Hailey me encanta tanto porque é uma mulher possível, a tal “girl next door”, que não se esforça para ser cool – apenas é. Essa sensação de acessibilidade, de possibilidade, do pop sem excentridades, tem encantado o mundo. Inclusive o da moda.

A americana de 24 anos, nascida no Arizona e baseada em Los Angeles, está por todos os lados: na novíssima campanha da Versace, na Miu Miu, Calvin Klein, Levi’s, Superga. Impossível não falar de Hailey sem dizer que ela também é o porto seguro de Justin Bieber, um grande amigo que virou marido em 2018, quando se casaram sem pompa e circunstância em um cartório de Nova York.

A festança para 150 convidados (entre eles Kendall e Kylie Jenner, suas grandes amigas) aconteceu na Carolina do Sul, um ano depois. “Não acho que estava pronta para me comprometer tão sério quando o fiz. Mas sabia que já amava Justin profundamente e que ele era a pessoa com quem eu gostaria de passar o resto da minha vida. Só não imaginava que isso aconteceria tão rápido ou tão cedo, mas cá estamos, construindo uma vida linda juntos”, diz. Fazendo as contas, me toquei que o segundo ano de casamento dela foi passado em quarentena – momento tenso para qualquer casal que, de um dia para o outro, se viu 24 horas junto. Para Hailey, não foi problema. “Estávamos recém-casados, então foi uma boa oportunidade para irmos mais fundo e nos conhecermos melhor. Esse tempo fortaleceu nossa relação.” Manter-se sã durante a pandemia não tem sido tarefa fácil para ninguém. “Precisei ser criativa”, confessa. Um dos frutos do exercicio de criatividade de Hailey na quarentena já está no ar.

Mês passado, a modelo lançou seu canal no YouTube, com conteúdos que incluem receita de mac ‘n’cheese (feita no banheiro e na companhia de Kendall!) e a tal rotina de skincare que me encanta. Sem nenhuma mancha ou marca, apenas sardinhas, Hailey obviamente já é o rosto de uma marca de beleza, a Bare Minerals, que preza por um approach mais natural de maquiagem. “Tomo muito cuidado com a minha pele. Aprendi desde cedo, observando minha mãe [a brasileira Kennya Baldwin], que sempre usou produtos naturais, cuidou da alimentação…” A influência brasileira na vida de Hailey, que também é filha do ator Stephen Baldwin, é nítida. No Natal, sua ceia em casa teve farofa, arroz e feijão. “Cresci com minha mãe e avó falando português, cozinhando comidas típicas. Meu avô [o pianista e produtor musical vencedor de um Grammy Eumir Deodato] é um grande músico e isso também me influenciou. Eu e minha irmã [a atriz Alaia Baldwin] crescemos ouvindo João, Astrud e Bebel Gilberto”, diz. Estar com a família mantém seus pés no chão e a cabeça boa. Cuidar da saúde mental, aliás, tem sido uma prioridade.

“Faço terapia, passei a estabelecer limites para os outros e restringi o uso das redes sociais – não faço login de segunda a sexta-feira. Elas são a maior causa da minha ansiedade, dar um tempo me faz feliz e então vejo novas perspectivas”, conta.

Onde ela se về em cinco anos, pergunto finalmente. “Difícil dizer. Sempre tentei ser organizada, mas existe aquele ditado que diz que Deus ri dos nossos planos… Se pudesse visualizar algo para este futuro tão próximo, gostaria de ver algumas crianças no cenário!”,

Fonte: Vogue Brasil.

A mais nova embaixadora dos tênis casuais, Hailey Bieber — que anteriormente já havia concedido entrevista a revista ELLE Austrália para falar de sua nova parceria com a Superga — Novamente voltou a se dirigir a marca para que pudesse falar mais sobre moda, solidariedade feminina entre outros assuntos. Dessa vez para a revista L’Officiel Bélgica, que além de uma entrevista detalhada trouxe algumas fotos exclusivas. Confira a tradução realizada por nós a seguir:

Para a primavera/verão 2021, Hailey Bieber empresta seu rosto para a nova campanha da Superga e se torna a musa da marca cult italiana de tênis. A oportunidade da top participar do jogo de entrevista e contar os segredos de seu estilo casual e chique.

Com seu look casual e um toque a mais, Hailey Bieber subiu rapidamente ao posto de ícone da moda nos últimos anos. Seus diversos street styles estiveram no centro de toda a descriptografia da moda, influenciando as fashionistas mais vanguardistas a adotar as tendências. Hoje, a top torna-se, com bastante naturalidade, uma embaixadora da famosa marca de tênis cult, Superga, e empresta seu rosto para as campanhas da marca italiana. Atemporais, básicos e equipados com a dose certa de “streetwear”, os Superga consolidaram-se, ao longo da sua história, como verdadeiros ténis essenciais, que vão com tudo. Trajetória semelhante à de Hailey Bieber, que ao longo dos anos se mostrou capaz de adotar estilos tão singulares quanto ecléticos. Dois ícones da moda que, portanto, se encontram e cuja campanha foi filmada nos icônicos estúdios Pier 59, em Nova York, administrados por uma equipe exclusivamente feminina. O fotógrafo Stevie Dance e a estilista Gabriella Karefa-Johnson deixaram sua marca inegável aqui, em que Hailey Bieber posa nos estilos mais icônicos da Superga. A oportunidade da top se entregar ao jogo de entrevista e contar seu estilo incomparável, mas também na importância da irmandade, ou mesmo da eco-responsabilidade.

Como você definiria seu estilo pessoal?

Não tenho certeza se posso definir isso. Eu recebo muito essa pergunta, e a verdade é que meu estilo está em constante evolução e sempre encontro novas inspirações. Mas espero que as pessoas achem meu estilo chique e legal.

Seu estilo é casual e sexy. Qual é o seu look, acessório ou peça de roupa preferida para usar com os tênis Superga?

Eu realmente gosto de um bom jeans largo com um par de Superga. Vocês irão ver nas imagens da campanha que foi isso que fizemos para um look e acho que esse é o meu look preferido.

Qual é o papel dos acessórios e sapatos em particular no seu estilo?

Acho que acessórios e sapatos podem realmente melhorar uma roupa. Uma roupa pode ser legal por si só, mas com a bolsa ou o par de sapatos certos, ela vai para o próximo nível.

Tênis parecem ser uma peça chave do guarda-roupa feminino nos dias de hoje. O que você acha da combinação de looks clássicos e atemporais com tendências ousadas?

Eu amo isso. Acho que grande parte do meu estilo é combinar peças casuais com peças mais elegantes. Por exemplo, calças de moletom com um par de saltos ou um vestidinho preto sexy com tênis.

Quando você ouve a palavra “Superga”, qual é a primeira coisa que vem à sua mente?

Superga me lembra a palavra “super”, que uso muito no meu vocabulário. Quando se trata de estilo, eu prefiro “super descolada, super chic, super leagal, adoro a palavra “super” para descrever algo ou alguém.

Superga é o sapato clássico para usar o tempo todo. Como você pode usá-lo do dia para a noite?

Acho que colocar um vestidinho sexy com tênis é sempre um jeito do dia para a noite. Amo usar tênis com vestidos.

Por que você concordou em ser o rosto do Superga em 2021?

Acho que a Superga é uma marca realmente atemporal, muito chique e sem esforço, e achei que foi uma boa parceria já que essas são todas as coisas que eu quero ser.

Qual é a sua peça favorita da coleção e como você a usaria?

Estou totalmente apaixonado pelo novo Superga 2630 Stripe. Acho que com jeans ou shorts biker, um top curto e um blazer grande, ele fica deslumbrante. Outra combinação incrível poderia ser com um moletom com capuz de grandes dimensões ou um moletom usado como um vestido.

Superga é sinônimo de silhuetas atemporais e alguns de seus modelos são verdadeiramente icônicos. O tênis Alpina, com sua característica sola de crampon, foi desenhado na década de 1950 para o montanhismo. Por que você acha que esse estilo ainda está tão na moda?

Só acho que quando uma figura funciona sem esforço, ela resiste ao teste do tempo. Você pode ver claramente que as silhuetas e estilos da moda estão em constante atualização. Acho que há coisas que nunca saem de moda.

Qual é o seu tênis Superga favorito de todos os tempos?

Provavelmente já respondi a essa pergunta antes, mas sempre fui fascinada por silhuetas atemporais. Então, para mim, a Superga 2750 branca é uma peça chave no meu guarda-roupa. Eles são elegantes, sem esforço e legais.

O Superga é considerado um calçado vegano desde as suas origens e agora oferece uma gama de produtos orgânicos em constante evolução. Quão importante é a sustentabilidade para você e como você tenta fazer a diferença para tornar o mundo um lugar melhor?

Eu acho que a durabilidade é extremamente importante. Estou aprendendo cada vez mais a ser ecologicamente responsável, seja sobre meus produtos para a casa, meus produtos de beleza, etc. Todos nós temos um papel a cumprir no cuidado do planeta.

A campanha da Superga SS21 foi fotografada por Stevie Dance e estilizada por Gabriella Karefa-Johnson. Como foi a colaboração com eles e que tipo de imagem você quer transmitir por meio dessa campanha?

Trabalhar com Stevie e Gab é um sonho real. São duas mulheres que admiro muito e com quem tenho uma relação pessoal. Quando você está perto de pessoas que realmente te inspiram, eu acho que isso transparece nas fotos e você consegue as melhores fotos. Sempre sinto que Stevie está me ajudando a me empurrar para mover meu corpo e sempre conseguimos as melhores fotos. Espero que as pessoas possam sentir os diferentes movimentos e formas que obtivemos nessas fotos.

Como acabamos de dizer, você trabalhou com uma equipe exclusivamente feminina para esta campanha. Quão importante é o empoderamento das mulheres para você e que conselho você gostaria de dar a todas as meninas?

Acho que apoiar as mulheres é extremamente importante. Não há razão para ser competitiva, é muito cansativo. Acho que é muito mais gratificante encorajar outras pessoas e apoiar seus sonhos e objetivos. Aprendi muito nos últimos anos sobre o que realmente significa apoiar outras mulheres e continuarei a crescer e a encontrar outras maneiras de apoiar minhas amigas e colegas.

Quem é a mulher que mais inspirou seu estilo?

Rihanna, é claro. Seu estilo me inspirou desde minha adolescência.

Como sua experiência de balé e dança clássica a ajudou a posar para a campanha Superga?

Minha experiência de dança me ajudou a encontrar as diferentes posições corporais e movimentos que Stevie imaginou em sua bela mente. Stevie realmente me entende quando se trata de mover meu corpo e ela me ajuda a me superar, o que eu amo.

A campanha Superga foi filmada na cidade de Nova York, que é sua cidade natal. O que você mais gosta de fazer quando está em Nova York?

Oh, eu sinto muita falta de Nova York. Eu gostaria de viver lá pelo menos metade do ano. Quando estou em casa, gosto de voltar a todos os meus lugares favoritos, restaurantes, cafés, etc. Até gosto de andar por aí e não fazer nada. Acho que a única coisa boa de não morar mais em Nova York em tempo integral é que, quando volto, tenho um sentimento maior de apreço e admiração por Nova York.

Nós sabemos que você ama o sol e o ar livre. Superga é uma marca italiana e a Itália é um dos melhores lugares do mundo para passar o verão. Qual é o seu lugar favorito na Itália?

O lugar mais bonito da Itália que eu já estive é a Costa Amalfitana. Foi lá que passamos [Hailey e Justin Bieber] parte da nossa lua de mel!

Você poderia nos dizer uma coisa que a maioria das pessoas não saberia sobre você?

Eu costumo ser um pouco tímida quando conheço pessoas pela primeira vez. Levo alguns segundos para me sentir confortável de mostrar minha personalidade para as pessoas do jeito certo. Acho que as pessoas consideram como eu sendo rude ou reservada às vezes, mas a verdade é que estou um pouco fechada e protetora do meu espaço até me sentir segura o suficiente para me abrir. Mas uma vez que eu me abro, não há como me fechar de volta haha. Eu tenho uma personalidade muito grande quando você me conhece.

Fonte: L’Officiel

E durante meados do mês Março, Hailey Bieber foi anunciada como capa da revista ELLE para a edição de Abril de 2021. Que ela tem estado nos holofotes isso já sabemos, e mais uma vez se concretizou com fotos realizadas pelo fotografo Mario Sorrenti e uma matéria de Mike Sager.

 A modelo fez fotos dentro de uma casa onde esbanjava casualidade e naturalidade, e ao mesmo era despojada com as roupas escolhidas pelo Alex White — o qual optou por aquelas que favoreciam o corpão da loira.

 A seguir vocês poderão ler a entrevista um pouco presunçosa e mais descritiva feita pelo Mike Sager. CONFIRA:

Em algum lugar de Los Angeles, Hailey Bieber (nascida Baldwin) está protegida em uma cadeira branca funda diante de uma lareira. Seu amiguinho Oscar, um yorkie loiro, presente de Natal de seu marido, está abrigado em seu colo, que está disposto em uma espécie de pose de lótus modificada, um joelho na cintura.

Está frio para o sul da Califórnia. Para nossa entrevista no Zoom, Hailey, 24, está vestida toda de preto – seu suéter e calça de moletom grandes são da ‘Baserange’. Como ela está sentada a poucos metros da câmera que nos conecta, não posso dizer se ela está usando maquiagem. Da mesma forma, não parece que seu cabelo liso, na altura da clavícula – cerca de quinze centímetros de castanho levando a um tom de loiro mais fechado – tenha sido arrumado para o nosso encontro da tarde; um par de fones de ouvido tipo protetor de orelha completa o visual. Como o resto de nós, ela está sentada. Ao contrário de muitos de nós, ela não parece se importar em usar máscara em público.

“Obviamente, as vezes pode ser um pouco frustrante ter que respirar meu próprio ar e usar isso em todos os lugares”, diz ela. “Mas uma coisa que eu gosto é que os paparazzi não podem ver meu rosto. Eu sou uma mulher jovem e é muito estranho ter todos esses homens adultos te seguindo o tempo todo. Ainda não sou acostumada com isso e acho que nunca deveria acostumar, porque é estranho e não normal. Honestamente, eu poderia nunca parar de usar a máscara em público, vamos apenas colocar dessa forma.”

Com mais de 32 milhões de seguidores no Instagram e uma carreira de modelo que inclui campanhas lucrativas com Calvin Klein, Levi’s, bareMinerals e, mais recentemente, Versace (ela é o rosto da nova fragrância Dylan Turquoise da marca e aparece na campanha da primavera de 2021), Hailey é constantemente perseguida pelos paparazzis. Além de seu trabalho de modelo, ela passou três temporadas como co-apresentadora do programa de TV ‘Drop the Mic’ com o rapper Method Man. O show, que apresentava batalhas de rap sarcásticas com celebridades, foi co-produzido por James Corden do ‘The Late Late Show’. Mais recentemente, ela usou sua plataforma de celebridade para promover a educação do eleitor e o direito ao voto.

Claro que a Hailey também é conhecida (e também, em certos cantos do universo da mídia social, mais intimidada) é por ser a esposa de Justin Bieber.

Os triunfos e fraquezas de Justin, igualmente grandiosos, foram bem documentados a medida que ele cresceu aos olhos do público. Hoje, o Biebs tem 27 anos. O casal se casou em privado em um tribunal de Nova York em setembro de 2018. Justin estava “em uma fase de sua vida em que ele poderia tomar decisões como ‘estou farto de mulheres, fazer bagunça e de festas’”, disse Hailey. “Fomos amigos por muito tempo antes que houvesse algo romântico, mas sempre soubemos que estávamos alinhados com o que queríamos em nosso futuro. Havíamos conversado sobre o desejo de casar jovem, de ter uma família jovem e de construir uma vida. Mesmo antes de sabermos que queríamos estar um com o outro.”

Com a ajuda de Hailey, Justin estava lidando com as consequências psíquicas de sua vida rápida e louca – incluindo a doença de Lyme – então uma cerimônia oficial de casamento não foi realizada até um ano depois. Hailey não se importou em esperar. “Quer dizer, eu me casei quando tinha 21 anos, dois meses antes de fazer 22, o que é incrivelmente jovem. E soa quase ridículo quando você diz isso em voz alta. Embora eu ache que para alguém como eu e alguém como Justin é diferente, pois vimos muito para a nossa idade, nós dois já vivemos o suficiente para sabermos que isso era o que queríamos.”

Como esposa de Justin Bieber, não demorou muito para Hailey se encontrar na boca do povo. “No início do nosso casamento, eu só queria me esconder. Eu estava tipo ‘eu não quero as pessoas se intrometam tanto no meu negócio. Eu sinto que todo mundo está metendo no meu rabo. Eu estava tipo ‘não pode haver anonimato? Posso ter isso de volta?’”. Em um ponto, cerca de um ano atrás, o hate se tornou tão grande que ela decidiu desativar definitivamente os comentários públicos em seu Instagram. Hoje, apenas as pessoas que ela segue podem comentar em suas postagens. “Lembro-me de alguém me dizendo que isso realmente diminui o engajamento. E eu estava tipo ‘eu não dou a mínima para o engajamento! As pessoas estão me aterrorizando. Engajamento, números… não me importo!’”.

Em março, ela lançou seu canal no YouTube Hailey Rhode Bieber, um modesto esforço para retomar o controle de sua própria história. Nele, ela cobrirá tópicos “próximos ao meu coração”, desde saúde mental, casamento, fé, política, moda, cuidados com a pele e maquiagem. Ao longo do caminho, ela espera que também se divirta, oferecendo aos fãs um olhar íntimo sobre sua vida pessoal, como a recente noite das garotas que ela ofereceu para suas amigas íntimas, as irmãs Jenner. Hailey fez macarrão com queijo; Kylie fez caçarola de feijão verde e frango frito; e Kendall fez suflê de batata-doce. “Nós saímos, rimos, conversamos como qualquer outra amiga”, diz ela. “É muito casual.”

Por enquanto, Hailey e Justin estão morando de aluguel enquanto reformam sua casa ‘French Tudor’ de 1.035 metros quadrados e 25,8 milhões de dólares em um condomínio fechado em Beverly Park. Antes de se casar com Justin, ela só tinha morando de aluguel. Desde que compraram a casa no verão passado, ela teve “várias reuniões para escolher luminárias, móveis e tecidos”. Quando o projeto for concluído, ele refletirá “uma vibração elegante e rústica”.

Enquanto Oscar, o Yorkie, fez a mudança para a casa de aluguel com os Biebers, os termos do contrato proibiram o casal de levar seus dois gatos Savannah. Supostamente comprados como filhotes por 35.000 dólares o par, o Sushi e o Tuna são um cruzamento entre um gato domesticado e um serval selvagem africano de tamanho médio e orelhas grandes. “Os gatos são incríveis, mas são psicopatas”, diz Hailey. “Um dia nós os colocamos em uma sala com uma grande porta de vidro de correr. Estávamos sentados na cozinha e ouvimos um baque gigante, viramos e um dos gatos pulou no chão e estava esparramado assim.” Ela estende os braços e as pernas, como uma águia aberta. O gato meio selvagem se prendeu ao vidro “como o Homem-Aranha”, diz ela. Ele ficou pendurado lá por pelo menos 30 segundos antes de finalmente sucumbir à gravidade. “Eles são muito vocais. Eles falam com você de verdade”, diz Hailey. “Mas eles agem meio selvagens.” Por enquanto, eles estão ficando com a prima de Hailey.

Atrás do ombro esquerdo de Hailey, um arranjo de rosas brancas está em uma pequena mesa de jantar redonda. Deixadas casualmente sobre um par de cadeiras de sala de jantar estão duas jaquetas, uma de couro e outra de moletom – um quadro aconchegante de domesticidade diária. No fundo, uma fileira de grandes janelas é emoldurada com cortinas azuis e brancas com tons listrados coordenados – claramente não é a escolha estética de uma mulher que “20 e poucos anos” com tatuagens pequenas e finas colocadas em várias discretas localizações em seu corpo, incluindo o J em seu dedo anelar, representado em uma escrita extravagante ao lado de uma estrela do norte cintilante.

Não muito depois de fazer o “J” com um tatuador de Nova York – uma jogada arriscada – a maldita tatuagem saiu. “E então todo mundo pensou que eu estava mentindo quando disse que fiz a tatuagem”, disse Hailey.

Acontece que a pele dessa parte do dedo é muito fina. Assim que Hailey voltou a Los Angeles, seu tatuador regular, Dr. Woo, reaplicou a tinta. Ela segura a mão diante da câmera, remove seu anel de casamento de diamante oval de 7 quilates e mostra a tatuagem em questão. Apenas um dedo da mesma mão, o dedo médio, oferece evidências indeléveis de um erro juvenil – uma minúscula tatuagem de uma arma. “Eu acho que aos 18 anos, eu estava tipo ‘sim! Parece legal. Mas agora, com 24 anos, eu nunca faria isso. Eu acho que as armas são violentas.”

Depois de um primeiro ano de casamento “muito difícil”, diz Hailey, esse período de quarentena de COVID foi uma bênção para o casal, uma espécie de forro de prata em um ano de pandemia. “Tento ser cuidadosa ao dizer algo como ‘a coisa boa sobre a pandemia’, porque sei que tem havido muita tristeza e devastação”, diz ela. “Mas, nos últimos seis anos da minha carreira, nunca fiquei tanto tempo sem trabalhar. A quarentena tirou qualquer expectativa de trabalho, e não tem a pressão de ter que estar em qualquer lugar. É o mesmo para Justin. Conseguimos muito tempo sozinhos. É como férias longas e prolongadas em que passamos o tempo todo juntos.”

Como se fosse uma deixa, Hailey é distraída por alguém fora das câmeras.

Por alguns breves momentos, essa ligação do Zoom, essa entrevista, esse repórter… Tudo isso desaparece e ela é visivelmente transportada para outro lugar, um lugar muito feliz pelo que parece – ela parece extasiada, encantada, iluminada por dentro. Dizem que a capacidade de uma modelo de transmitir sua beleza tem a ver com os pensamentos que ela é capaz de projetar. Fico pensando, olhando pelas fotos dela na internet, se é Justin que ela está pensando quando a câmera clica [enquanto está em uma ensaio fotográfico]. Uma mulher não pode ter uma musa?

Na maneira de casais que trabalham em casa hoje em dia, Hailey murmura algo do tipo “vou me livrar desse palhaço em breve” e volta a nossa entrevista.

Eu digo a ela que me ocorre que ela é unicamente adequada para desempenhar o papel não-exigente de Sra. Bieber.Ela não discorda.

Afinal, o pai dela é Stephen Baldwin, o mais novo dos quatro irmãos Baldwin de fama como ator. Sua mãe também vem de uma família de celebridades: Kennya Deodato Baldwin nasceu no Brasil, filha do pianista, compositor, arranjador, produtor musical e ganhador do Grammy, Eumir Deodato.Ele, que ainda está ativo na cena musical, foi grande em sua época, produzindo para músicos tão variados como ‘Kool & the Gang’ e ‘k.d. lang’. Deodato também escreveu trilhas sonoras para vários filmes, incluindo o clássico ‘The Onion Field’. Pesquise no Google. Tanto quanto qualquer pessoa, ele forneceu a trilha sonora elétrica e funky do final dos anos 70 e início dos anos 80.

Os pais de Hailey se conheceram em um ônibus na cidade de Nova York. Do jeito que sua mãe conta a história, ela andou [no ônibus] todo o caminho até a parada dele e então saiu, sem saber onde estava. O ator de ‘Born on the Fourth of July’ e ‘The Usual Suspects’ era, na época, um entregador de pizza de 19 anos que se espatifou no sofá de seu irmão mais velho. Kennya, 19, era aluna da ‘Parsons School of Design’. Quatro anos depois, eles se casaram e permanecem juntos até hoje. “Eu sei que às vezes eles enlouquecem um ao outro, mas eles se amam”, diz Hailey. “Quando eu era mais nova e ouvia a história de como eles se conheceram, parecia a coisa mais romântica do mundo. Você fantasia sobre ter a mesma coisa. Acho que me influenciou a querer casar jovem.”

Hailey era ainda mais jovem quando conheceu Justin. Foi uma história de “encontro fofo” também, mas incrivelmente – ou talvez não – o momento fatídico, no lobby do show ‘Today’, foi registrado. Ele tinha 14 anos; ela tinha 12 anos, acompanhando seu pai, que primeiro (e bastante animado) se apresenta a Bieber, e depois apresenta sua filha.

Você pode dizer que Bieber não tem ideia de quem é Baldwin. Mas quando ele olha para Hailey – ela está em uma pose de mortificação, com os braços cruzados – ele dá uma jogada involuntária de cabelo em sua direção. Ela descruzou os braços, apertou a mão dele e tornou a cruzá-los. Seu rosto é uma máscara, nada impressionada.

Olhando para trás agora, de sua cadeira confortável perto da lareira na casa que ela está alugando com o adulto Biebs, é difícil para ela se lembrar de uma época em que a única coisa que ele a fazia sentir era a indiferença. “Aprendo coisas novas sobre ele, sobre mim e sobre nosso relacionamento o tempo todo. Temos pequenas brigas e outras coisas que temos que resolver às vezes? Sim, claro, mas realmente nunca me parece um trabalho, porque eu o amo muito. Eu me vejo para sempre com ele.”

Eu não queria estragar o momento, mas ela não está dizendo o que os casais jovens, bonitos e abençoados em Hollywood sempre dizem? “Você quer dizer que se você olhar os relacionamentos com celebridades, a maioria fracassa? Sim, com certeza. Acho que qualquer relacionamento pode falhar, sendo em Hollywood ou não. É mais difícil tendo os olhos do público? Absolutamente. Mas acho que nós dois temos os fundamentos de nossa fé. Não estou dizendo que é uma coisa fácil que não requer trabalho. Conversamos com um terapeuta. Nós fazemos o que tem que ser feito. E eu tenho certeza que…”

Aqui, novamente, ela se distrai com alguém fora da câmera. Seu rosto se ilumina. Ela é transportada para seu lugar feliz.

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS | PHOTOSHOOTS > 2021 > ELLE USA – APRIL

6930891372627915.jpg96572a1372627902.jpge9b7981372627899.jpg

Hailey Bieber em entrevita para Yahoo!Life. Confira agora o bate papo super leve que a loira concedeu:

Quando for mais seguro estar em eventos, Hailey Bieber não vai estar pensando em tapetes vermelhos ou desfiles de moda. Não, a supermodelo tem nostalgia em sua mente, principalmente na forma de uma viagem para a Disney World ou Disneyland. “Eu me lembro de ir lá quando era criança”, ela disse a Glamour de sua casa em Los Angeles. “Existe algo tão icônico na Disney dos filmes aos parques – eu amo os churros! – então, mesmo como adulta, ainda aprecio a sensação extravagante que tenho quando estou lá. Mal posso esperar para voltar”.

Bieber até aponta Minnie Mouse como um personagem que a inspirou ao longo dos anos, e é por isso que ela recentemente participou do Positively Minnie Polka Dot Summit da Disney e do Create & Cultivate. “Eu amo a mensagem de positividade, e a Minnie é uma personagem que sempre mostrou individualidade e autoexpressão. É tão importante e poderoso ser você mesmo”, diz ela.

E como metade de um dos casais mais famosos do mundo, Bieber sabe uma ou duas coisas sobre como expressar sua individualidade. Então, para a nossa última edição do “os favoritos do seu fav”, a jovem de 24 anos se abre sobre o que a faz feliz, desde o item que ela mal pode esperar para passar para seus filhos até o livro que ela recomenda a todos.

*Meu acessório favorito da Disney*

Sempre pego orelhas quando vou ao parque e minhas favoritas são as clássicas – as pretas com o laço vermelho.

*A última coisa que comprei*

Estou começando a comprar roupas para meu cachorro na Amazon, porque ele é tão fofo. Compro suéteres, pijamas e jaquetas para ele – todas essas coisas. Isso realmente me traz uma quantidade louca de alegria.

*O item que mal posso esperar para passar para meus filhos*

A primeira coisa realmente cara que comprei quando comecei a ganhar dinheiro suficiente foi um pequeno relógio Rolex de ouro. E então comecei a colecionar relógios por eles serem atemporais. É o tipo de coisa que quero guardar e passar para meus filhos. Eu tinha uma coleção de provavelmente, tipo, quatro ou cinco, e todos eles foram roubados, exceto o meu de ouro que eu uso o tempo todo. Eu gostaria de começar uma nova coleção, mas acho que estou assustada pelo fato de que eu tinha uma coleção muito legal e então todas foram roubadas. Mas quero colecionar mais algum dia para repassar aos meus filhos.

*A loção corporal que eu juro ser boa*

Meu favorito é o hidratante corporal para usar depois do banho ‘Epicuren Kukui Coconut’. É tão bom.

*O demaquilante que sempre faz o trabalho*

Se eu trabalhar o dia todo, quero ter certeza de que haverá uma boa situação de dupla limpeza à noite. Eu não uso lenços de maquiagem, porque eles não são bons para a pele, então eu realmente amo o demaquilante de óleo da BareMinerals. É uma fórmula realmente ótima e fácil de usar. Além disso, tira toda a sua maquiagem e tira o protetor solar muito bem.

*O que eu sempre uso nos meus lábios*

Aquaphor. Ele simplesmente faz o trabalho dele todas as vezes.

*O roupa de treino mais confortável*

Eu gosto muito dessa marca chamada ‘Set Active’, as cores muito boas e são super confortáveis. Eu gosto de ‘Alo Yoga’ também, eles fazem conjuntos muito fofos e têm boas cores, é uma marca muito popular que muitas pessoas adoram.

*Meu par de jeans favorito*

Provavelmente esses jeans largos estilo ‘boyfriend’ da Natasha Zinko que eu uso muito, eles são apenas meu tudo. Não sei se já achei outro jeans que eu goste tanto quanto esses.

*As músicas que me movem*

Eu amo rap, então ouço muito Megan Thee Stallion, Drake e Cardi B. Eu amo Kendrick Lamar. Quando podíamos, tipo, ir a lugares, era isso que eu ouvia enquanto me arrumava para uma sair a noite.

*Os aplicativos que me ajudaram a quebrar meu vício no Instagram*

Eu era viciado em Instagram doentiamente, então comecei a fazer essa coisa de não ir mexer no Instagram durante a semana até sexta à noite, isso me ajudou muito. Se estou entediado, vou para aplicativos de roupas como o ‘Net-a-Porter’ ou ‘Farfetch’ e fico olhando as roupas para me divertir.

*O ultimo livro que li e amei*

Eu tenho muito interesse em livros, mas junto com toda essa coisa de ficar sem Instagram, eu pensei “vou me aprofundar mais em leitura”. Então peguei um livro chamado ‘The One’ do John Marrs, que na verdade está prestes a se tornar um programa da Netflix. Você conhece a ‘23andMe’, onde você pode coletar seu DNA e descobrir sua linhagem? Todo o conceito é com se tivéssemos isso, mas você limpa seu DNA e encontra seu par perfeito na vida, como sua alma gêmea. Eu estava obcecado por este livro e contei pra todos os meus amigos. Prefiro ler um livro antes que se transforme em um filme ou programa de TV, isso me dá um incentivo para ler e então eu posso comparar os dois.

*O programa de TV que digo aos meus amigos para assistir*

Acabei de assistir aquele programa ‘Behind Her Eyes’ na Netflix, é realmente interessante, então eu definitivamente recomendo esse.

*Meus lanches favoritos*

Eu gosto muito de ‘Smart Sweets’, porque eles são uma alternativa mais saudável de doces. Eles têm peixes suecos, gomas azedas e ursinhos de goma e são muito, muito bons, mas sem muito açúcar. E eu realmente gosto dessas coisas chamadas ‘Parm Crisps’, eu adoro queijo, apesar de saber que não é bom para mim, mas não me canso dessas batatas.